Ato ecumênico celebra pacificação e homenageia vítimas da violência na UPP Macacos

Quinta-feira, Dezembro 1, 2011

(Texto: Leandro Bertholini / Fotos: Alexandre Pestana)

1-credito-obrigatorio-alexandre-pestana-dsc_7638

Aproximadamente 300 pessoas entre adultos, crianças, líderes comunitários, autoridades e representantes de projetos sociais estiveram presentes na tarde desta quarta-feira (dia 30), na quadra do CIEP Salvador Allende para comemorar o primeiro ano da implantação da UPP Macacos, em Vila Isabel. A comunidade, hoje com cerca de 30 mil moradores, teve a sede da UPP inaugurada no dia 30 de novembro de 2010, marcando a retomada do Complexo dos Macacos, que engloba ainda as comunidades do Pau da Bandeira, Parque Vila Isabel e Alto Simão, pelo poder público.

Um ato ecumênico, feito durante a abertura do evento, lembrou a importância da religiosidade e a crença em um futuro melhor. Um vídeo comemorativo mostrou as conquistas alcançadas com a vinda da pacificação. A entrada dos projetos sociais, por exemplo, e as diferentes atividades culturais desenvolvidas no Complexo dos Macacos foram vistas em fotografias feitas pelos próprios policiais ao longo do ano.

Para o comandante da UPP Macacos, capitão Felipe Barreto, as mudanças podem ser vistas em todo o bairro de Vila Isabel com “a diminuição das incidências criminais e ainda a aproximação da população do bairro com a formalização do comércio local.” Em seu discurso, o capitão Barreto agradeceu a confiança da comunidade e ressaltou que “o sucesso do programa depende da integração entre policiais e moradores.” Barreto também homenageou os policiais que trabalham na UPP e lembrou os PMs mortos com a queda do helicóptero da corporação, em outubro de 2009, durante uma troca de tiros com traficantes da comunidade.

Edna Ezequiel, mãe da menina Allana Ezequiel, de 13 anos, morta por uma bala perdida em março de 2007 durante uma troca de tiros, esteve no evento. Moradora da comunidade há 36 anos, Edna também perdeu o irmão, Hélio José da Silva, de 25 anos, um mês após a morte da filha, também vítima da violência. O office-boy foi morto por traficantes a caminho de casa. A perda dos membros de sua família marcou a violência praticada por criminosos no Morro, antes da pacificação. Hoje, grávida de sete meses, Edna disse estar mais segura em ter um bebê com a comunidade em paz.

“A UPP deixou o morro mais calmo. Os serviços passaram a chegar, passamos a ter coleta de lixo e os projetos sociais acontecem. Depois de todo o meu trauma me sinto muito mais segura em criar meus filhos com a vinda da UPP. Sei que agora não preciso deixar de trabalhar com medo de começar um tiroteio próximo a minha casa”, disse Edna.

O coordenador de Polícia Pacificadora, coronel Rogério Seabra, falou sobre a importância da aproximação das crianças  com os policiais e do futuro delas embasado pela religiosidade e a cidadania. Fazendo uma referência à música do compositor Regis Danese, “Faz um Milagre em Mim”, tocada durante o ato ecumênico pela banda da Polícia Militar, o coronel Seabra agradeceu a comunidade. “Obrigado por nos deixar entrar em suas casas, nos deixar entrar em suas vidas e curar todas as feridas”.

Chegando de surpresa, o Secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, também esteve rapidamente no evento e disse estar otimista com os rumos que o programa da pacificação está tomando. “Se coisas ruins aconteceram em um passado não muito distante é para que coisas boas do futuro desabrochassem. Esse projeto esta em construção, nada é feito sozinho e com a ajuda da comunidade vamos garantir o sucesso da construção da cidadania e de um futuro de paz”, concluiu o secretário.

A programação de comemoração do primeiro ano da UPP Macacos continua. No próximo dia 2 de dezembro haverá casamento comunitário e baile de debutantes, na Associação Atlética da Light. No dia 3 de dezembro o dia será dedicado aos esportes na parte da manhã, com campeonatos de futebol, jiu-jitsu, karatê e capoeira, e a tarde a degustação de iguarias, com 1º concurso gastronômico “Comida de Birosca”. A programação se encerra no dia 4 de dezembro com o festival de Hip Rop “Black Soul Charme”, na quadra do CIEP Salvador Allende.

ASCOM SEGEG.

UPP pelo Mundo

pag1_4 pag1_2

Pesquisas UPP’s